11 de maio de 2015

Demitiu parou! Trabalhadores da Volvo de Curitiba entram em greve!

PSTU Curitiba


Volvo de Curitiba ameaça demitir 600 operário. Toda solidariedade aos trabalhadores da Volvo.
 ___________________________________________________

A empresa não cumpriu o compromisso estabelecido junto ao Ministério Público do Trabalho que evitaria as demissões e ameaça demitir de 600 operários. Dessa forma, os trabalhadores decidiram entrar em greve.

Com a desculpa de evitar demissões, as multinacionais, como a Volvo,  receberam milhões de incentivos fiscais do Governo Federal e pegaram dinheiro do BNDES a juros de “pai pra filho”. Dinheiro público foi utilizado para garantir seus lucros. Além disso, essas empresas ganham muito dinheiro  explorando  a força  de  trabalho dos  operários e este dinheiro nem  fica  no Brasil pois é remetido as matrizes no exterior.
Agora, no primeiro sinal de crise, a Volvo ameaça de demissão 600 pais e mães de família. Não podemos aceitar que a Volvo trate desta forma os operários.
Os governos, Fruet (PDT) e Richa (PSDB), precisam intervir para evitar as demissões e Dilma (PT) tem que decretar a ESTABILIDADE NO EMPREGO em todas as empresas que receberam incentivos fiscais doS governos federal e estaduais. Não é possível que as medidas provisórias só sirvam para atacar direitos, aumentar os juros e tarifas, e cortar dinheiro da saúde e educação.
OS TRABALHADORES NÃO PODEM PAGAR PELA CRISE DOS RICOS!
 - Demitiu parou! Os operários não podem aceitar nenhuma demissão.


- Dilma precisa decretar a estabilidade no emprego!


- Fim da remessa de lucros para o exterior.


- As empresas que demitirem devem ser estatizadas e controladas pelos trabalhadores.
É urgente a construção de uma GREVE GERAL no país para impedir os ataques dos governos e dos patrões. Dia 29 de Maio várias centrais sindicais do país estarão construindo um Dia Nacional de Paralisações contra o PL 4330 (terceirizações) do Congresso Nacional e as MP´s 664 e 665 (que atacam o seguro-desemprego, pensão e abonos) do Governo Federal. É preciso incluir a luta pelos empregos dos operários da Volvo nesta pauta e parar Curitiba no dia 29.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião!

Marcadores